Rotina de manutenção e instalação de qualidade – Fatores críticos na eficiência de uma bomba

  • Post category:Helibombas
You are currently viewing Rotina de manutenção e instalação de qualidade – Fatores críticos na eficiência de uma bomba

Conheça um pouco mais sobre duas questões que podem fazer toda a diferença na vida útil do seu equipamento

Bombas para uso industrial são máquinas altamente eficientes e duráveis – mas essas características só se mantêm com o devido cuidado. Como tudo que é mecânico, elas podem ter problemas e defeitos de funcionamento. Isso é normal e esperado, por isso a maioria das peças pode ser facilmente substituída.

Quando esses maquinários estão funcionando em sua máxima capacidade, é fácil detectar falhas e tomar as devidas providências antes que se tornem grandes problemas.

Algumas das coisas mais comuns a se checar incluem:

  1. Temperatura: uma temperatura de operação mais alta que o especificado pode trazer problemas à vedação
  2. Tensão: uma tensão elétrica instável pode causar defeitos prematuros
  3. Filtros: limpezas regulares são necessárias para prevenir entupimentos
  4. Vazamento de ar: a tubulação precisa estar bem ajustada, por isso garanta que toda a vedação está intacta e que não há vazamentos.

Já que as bombas de transferência de fluidos são utilizadas para serviços essenciais, qualquer período sem funcionamento pode ser desastroso para sua operação. Para proteger esses equipamentos e manter o negócio funcionando como deveria, algumas boas práticas podem fazer toda diferença.

Manutenção preventiva X Manutenção preditiva

Há dois fatores essenciais que precisam ser considerados quando se tem uma bomba industrial funcionando:

Manutenção preditiva: envolve lidar com questões de desgaste e rompimento antes que se tornem defeitos reais. Isso pode ser feito através de inspeções e testes regulares. Identificando sinais de deterioração cedo, é possível reduzir o risco de reparos que exigiram tempo e dinheiro.

Manutenção preventiva: nenhum sistema mecânico está imune a defeitos e desgastes, mas sua vida útil pode se estender quando algumas diretrizes são seguidas e peças trocadas de acordo com as recomendações do fabricante. É preciso garantir que sempre haja uma fonte de lubrificação funcionando bem, que ajustes sejam feitos para um bom fluxo e que sejam realizadas limpezas regulares.

A importância de instalações e diretrizes profissionais

Cada indústria tem necessidades diferentes, por isso nunca se deve comprar uma bomba de transferência de fluidos sem uma direção de especialistas. É preciso considerar, por exemplo, um equipamento do tamanho certo para cada aplicação para evitar problemas de pressão e drásticas flutuações no fluxo, o que leva a falhas prematuras e a gastos desnecessários.

Uma empresa especializada vai oferecer as melhores recomendações para um sistema que supra suas necessidades em termos de aplicações e orçamento. Além disso, vai garantir uma boa instalação, que evite problemas simples e desenvolva uma vida útil muito mais longa – ou seja, ofereça o melhor custo-benefício.

Mantenha registros e crie lembretes de manutenção

Ao comprar uma bomba de transferência de fluidos, é essencial escolher um funcionário para cuidar das manutenções frequentes. Sempre que houver uma inspeção, é preciso que se faça o registro de qualquer situação incomum para futura referência. Se alguém tem conhecimento nesse tipo de equipamento, pode se tornar responsável por gerenciar essas manutenções.

Também é uma boa ideia manter algumas peças armazenadas caso seja necessário fazer alguma troca não planejada. Nesse sentido, é essencial comprar peças originais e de qualidade para garantir um bom funcionamento.

Valorize uma boa instalação e o plano de manutenção da sua bomba

Com um plano de manutenção e inspeção claro e funcionando, a bomba continuará trabalhando bem, sem pausas para consertos, estresse e gastos desnecessários.

Você sabia que problemas de cavitação podem ser facilmente prevenidos em uma bomba de transferência de fluidos?